Hex Hall - Rachel Hawkins

http://blablabooks.com/images/reviews/hexhall_review.png
  • Editora: Galera Record
  • Autora: Rachel Hawkins
  • Páginas: 304
  • Avaliação:
Sophie descobriu que é uma bruxa e isso só lhe trouxe problemas. Sua mãe fez tudo o que pôde para ajudar: leu o que conseguiu encontrar sobre bruxas, fadas e magia procurando consultar o pai ausente de Sophie — um poderoso feiticeiro europeu — só quando necessário. Quando Sophie atrai atenção além da conta depois de um feitiço de amor poderoso demais, ela deve ir para Hecate Hall, um reformatório afastado de tudo e de todos que está sempre de portas abertas para receber qualquer Prodígio que saia da linha.

A tendência de Sophie para encrencas não decepciona. Já no fim do primeiro dia, ela acumula problemas: três poderosas inimigas que mais parecem supermodelos, uma fantasma que cisma em persegui-la, uma paixonite idiota pelo feiticeiro mais charmoso da escola, sua companheira de quarto, Jenna, é a única vampira entre os alunos e uma série de ataques a estudantes acaba fazendo de Jenna – única amiga de Sophie em Hex Hall – a suspeita número um na mira do Conselho e da direção da escola.

Isso não é tudo: Sophie precisa se preparar. Uma antiga sociedade secreta determinada a destruir todos os Prodígios, principalmente ela, parece estar mais próxima do que nunca de Hex Hall. Sophie terá de descobrir do que sua magia é capaz e, sobretudo, suas origens e quem ela é de verdade.
"Abrir Hex Hall foi como abrir uma caixa de chocolates, ao revelar-se impossível de exercer qualquer tipo de auto-controlo! Houve, pelo menos, uma gargalhada por página, uma protagonista esperta e auto-depreciativa, Sophie Mercer, e um misterioso assassino que fez com que as páginas passassem por si próprias, ou se calhar a culpa foi de um dos Prodigium! Conclusão, fui enfeitiçada por Sophie Mercer!" - Becca Fitzpatrick.

Hex Hall é um livro que demorei um pouco para ler por causa do meu tempo consumido pelos estudos do cursinho e admito que era um sacrifício sair do incrível universo mágico de Rachel Hawkins e retornar ao mundo real onde responsabilidades esperam por todos nós.

Como todo primeiro livro de uma série, Hex Hall deixa bem claro o cenário da história, apresentando ao leitor um mundo extremamente envolvente em seus segredos, seres místicos e dificuldades as quais a personagem principal se depara e descreve-os com um humor imensurável.

Sophie é sarcástica, inteligente e uma jovem determinada que conquista o leitor logo no primeiro capítulo... Ela também é uma bruxa que deveria andar com uma placa de “cuidado, bruxa desastrada”, por não saber controlar muito bem os seus poderes.
Ser uma bruxa definitivamente não foi tão legal quanto eu esperei que fosse. Primeiro, eu não podia voar por aí com uma vassoura. (Eu perguntei a respeito disso pra minha mãe quando eu comecei a descobrir meus poderes, e ela disse que não, que eu ainda tinha que pegar ônibus como qualquer outra pessoa.)
Quando um de seus feitiços sai mais uma vez errado, o Conselho decide tirá-la do aconchego de seu lar humano para ir conviver com outros Prodígios na escola de magia Hex Hall. Como uma garota abençoada pelo karma do azar, logo no primeiro dia Sophie consegue ser quase morta por um lobisomem, conquista duas inimigas – que são bruxas de magia negra – e, para seu completo desespero, começa a ter uma leve fascinação por um dos adolescentes mais gatos da escola que namora uma das bruxas que a odeia.
“Archer não é mais gostoso”, eu respondi de volta. “Ele tentou me matar, e sua namorada é Satã."
O que mais ela poderia desejar para que sua estadia ficasse ainda mais perfeita naquele local tão encantador quanto um Mausoléu? Ah, sim... Sua colega de quarto é uma vampira assassina apaixonada por rosa-pink.

A autora faz com que o leitor caminhe junto com a personagem nas descobertas a respeito de sua própria vida, desvendando os mistérios de suas origens paternas e o que realmente significa ser o principal alvo de uma antiga sociedade secreta determinada a destruir todos os prodígios.

Com uma narrativa rápida, simples e apaixonante, o livro não decepciona em momento algum com o uso do bom-humor e situações ora irônicas, ora cheias de tensão. Ao terminá-lo mal pude conter a decepção por não saber quando o segundo volume – que já foi lançado nos E.U.A – terá sua versão brasileira.

Tudo o que nos resta é esperar e continuar imaginando o que aguarda Sophie.

Rachel Hawkins foi professora de Inglês do ensino secundário, antes de se dedicar, em exclusivo, à escrita. Vive com a família no Alabama e actualmente está a trabalhar na seqüência de Hex Hall. Que se saiba, Rachel não é uma bruxa, embora alguns dos antigos alunos possam discordar.

E com exclusividade a Editora Galera Record fez com que os comentários da contra-capa do livro fosse das blogueiras: Natália, Pâm Gançalves e Juliana. Uma ótima iniciativa para prestigiar toda a blogosfera que apóia e incentiva a leitura em nosso país.

Parabéns tanto a editora quanto as meninas por terem recebido esse convite! :)

http://garotait.com.br/wp-content/uploads/2011/01/HexHall-Toda.jpg
(Clique para ver maior!)

Capa Americana
http://4.bp.blogspot.com/_0ppLhuA3OSo/S7NGXOjGTBI/AAAAAAAABI0/N2DCcjhez7E/s1600/HexHall_finalcover.jpg

http://www.garotaquele.com.br/wp-content/uploads/2011/04/demonglassbook.jpg2º Livro da Série Hex Hall de Rachel Hawkins
Título Nacional: Demonglass
Ano de Lançamento: Sem Previsão
Número de Páginas: Sem Previsão
Editora: Galera Record
Tradutor: Sem Informação

Título Original: Demonglass
Ano de Lançamento: 2011
Número de Páginas: 359 páginas
Editora: Hyperion Book

Sinopse 1: Sophie Mercer achava que ela era uma bruxa. Essa foi a razão pela qual ela foi enviada para Hex Hall, uma escola de Prodigium deliquentes (aka bruxas, metamorfos, e fadas). Mas isso foi antes de descobrir o segredo de família, e sua paixão quente, Archer Cruz, é um agente de O Olho, um grupo para exterminar os Prodigium da face da terra. (Tradução Sobre Livros)

Sinopse 2: Agora que Sophie descobriu que tem um poder que ameaça todos que ela ama, ela decide ir para Londres se submeter à um procedimento perigoso mas que acabaria com esse perigo. Mas assim que ela chega faz uma descoberta chocante, ela não é a única demônio por aí. Enquanto isso, The Eye está à caça dela, e está usando Archer para isso.

2 comentários:

Juliana Vianna disse...

Já disse aqui no blog como amei ter lido este livro, né? Amei demais! Baixei e li no início de janeiro, sem grandes pretensões, após ter lido a sinopse. Devorei em dois dias, e o único ponto negativo, pra mim, é que o livro podia ter mais páginas, rs. Quero ler a continuação o mais breve possível. :)

Adorei a resenha!

Beijos, Ju

Nana * disse...

HUhauhauhauha concordo Ju, o ponto negativo eh q o livro poderia ter mais paginas... esse eh o problema de todos os livros q consideramos ótimos. Tb eh ruim ter de esperar pela continuação, rsrs...

Bjos.

Postar um comentário

 
Design e codificação desenvolvidos por Layouts Keanuloka - Proibido copiar ou usar como base - Bellos Romances powered by Blogger