Lançamentos & Pré-Vendas!

LANÇAMENTOS
http://www.skoob.com.br/img/livros_new/6/167699/OS_ANJOS_SENTINELAS_1303684391Micro.jpg http://www.skoob.com.br/img/livros_new/5/144526/EM_CHAMAS_1302531463Micro.jpg http://www.skoob.com.br/img/livros_new/6/165655/A_ESCOLHA_DE_ELPHAME_1302829216Micro.jpg http://www.skoob.com.br/img/livros_new/6/169587/A_SENSITIVA_1306633092Micro.jpg
  • Retrato Mortal #Vol.16 | Editora: Bertrand Brasil | Autora: Nora Roberts | Páginas: 448 | Skoob | Comprar
  • A Resposta | Editora: Bertrand Brasil | Autora: Kathryn Stockett | Páginas: 574 | Skoob | Comprar
  • Os Anjos Sentinelas: Enviados | Editora: Rai Editora | Autora: Heather Terrell | Páginas: 272 | Skoob | Comprar
  • Um Dia, Vinte Anos, Duas Pessoas | Editora: Intrínseca | Autor: David Nicholls | Páginas: 416 | Skoob | Comprar
  • Em Chamas #Vol.2 | Editora: Rocco | Autora: Suzanne Collins | Páginas: 416 | Skoob | Comprar
  • A Escolha de Elphame | Editora: Harlequin Books | Autora: P.C. Cast | Páginas: 400 | Skoob | Comprar
  • A Sensitiva #Vol.2 | Editora: Lua de Papel | Autora: Hannah Howell | Páginas: 224 | Skoob | Comprar
  • Radiante: Serie Riley Bloom | Editora: Intrínseca | Autora: Alyson Noel | Páginas: 184 | Skoob | Comprar
  • Deusa do Mar | Editora: Novo Século | Autora: P.C. Cast | Páginas: 432 | Skoob | Comprar
  • Amores Infernais | Editora: Galera | Autores: Vários | Páginas: 288 | Skoob | Comprar
  • Dragões de Éter: Box com 3 Volumes | Editora: Leya | Autor: Raphael Draccon | Comprar
  • Amante Liberto #Vol.5 | Editora: Universo dos Livros | Autora: J.R. Ward | Páginas: 469 | Skoob | Comprar
  • O Sussurro mais Sombrio #Vol.4 | Editora: Harlequin Books | Autora: Gena Showalter | Páginas: 224 | Resenhas | Skoob | Comprar
  • Cidade das Cinzas #Vol.2 | Editora: Galera | Autora: Cassandra Clare | Páginas: 406 | Resenha | Skoob | Comprar
PRÉ-VENDAS
http://www.skoob.com.br/img/livros_new/6/167891/O_BEIJO_ESCARLATE_1303758903Micro.jpg http://www.skoob.com.br/img/livros_new/6/161762/INTERLIGADOS_1300921655Micro.jpg http://www.skoob.com.br/img/livros_new/5/137865/INSACIAVEL_1302898000Micro.jpg http://www.skoob.com.br/img/livros_new/6/169772/DESEJO_1304637906Micro.jpg
  • Insaciável | Editora: Galera | Autora: Meg Cabot | Páginas: 504 | Skoob | Comprar
  • Ladrões de Elite | Editora: Arqueiro | Autora: Ally Carter | Páginas: 240 | Skoob | Comprar
  • Despertada #Vol.8 | Editora: Novo Século | Autoras: P.C Cast & Kristin Cast | Páginas: 320 | Skoob | Comprar
  • Sidney Sheldon: Box com 3 Volumes | Editora: Record | Comprar
  • Desejo: Série Fallen Angels | Editora: Universo dos Livros | Autora: J.R Ward | Páginas: 432 | Skoob | Comprar
  • O Beijo de Escarlate | Editora: Universo dos Livros | Autora: Lara Adrian | Páginas: 368 | Skoob | Comprar
  • Interligados: Aden Stone contra o Reino das Bruxas #Vol.2 | Editora: Universo dos Livros | Autora: Gena Showalter | Páginas: 512 | Resenha | Skoob | Comprar
Leia Mais

Capa do livro “Amante Consagrado” de J. R. Ward

http://3.bp.blogspot.com/-5qVxTCK1lTA/TeOw_956CvI/AAAAAAAAAQo/9iflIDctPfY/s1600/amante-consagrado.jpg
Foi postado no blog oficial brasileiro da série Irmandade da Adaga Negra a capa de Amante Consagrado, sexto volume da série escrito por J. R. Ward.

O livro tem previsão de lançamento para o próximo mês, em junho.

O que acharam?! Eu amei!!! *-*
Como o Primale das escolhidas o ferozmente leal, Phury, sacrificou a si mesmo pelo bem da raça. Mas a sua primeira companheira, a escolhida Cormia, não quer apenas o corpo dele como também o seu coração só para ela. Enquanto uma tragédia paira sobre a mansão da irmandade, Phury tem que decidir entre dever e o amor… (Sobre Livros)
E amanhã sai o resultado da promoção Olhos de Fogo!
Leia Mais

Escolha a capa do livro "A Caminho da Sepultura"

A Editora Novo Século, resolveu fazer uma enquete para que os fãs escolham a melhor capa para o livro “A Caminho da Sepultura” da autora Jeaniene Frost. Confira as capas em discussão e o link para votação:

Nacional 1 | Nacional 2 | Original
http://www.novoseculo.com.br/blog/wp-content/uploads/2011/05/A-CAMINHO-DA-SEPULTURA2.jpg http://www.novoseculo.com.br/blog/wp-content/uploads/2011/05/A-Caminho-da-Sepultura-2.jpg http://www.novoseculo.com.br/blog/wp-content/uploads/2011/05/JFrostwallpaper4.jpg
A meia-vampira Catherine Crawfield está indo atrás dos mortos-vivos como uma vingança, esperando que um destes sem batimentos cardíacos seja seu pai- o responsável por arruinar a vida de sua mãe. Então ela é capturada por Bones, um caçador de vampiros, e é forçada a uma profana parceria.

Em troca de encontrar seu pai, Cat concorda treinar com o sexy caçador da noite até que seus reflexos de batalha estejam tão afiados quanto as suas presas. Ela está espantada que ela não terminou como o seu jantar- há realmente bons vampiros? Rapidamente Bones a terá convencida de que ser meio-morto não tem que ser de todo ruim. Mas antes que ela possa aproveitar seu novo status de caçadora chutadora de traseiros de demônios, Cat e Bones são perseguidos por um grupo de assassinos.

Agora, Cat terá que escolher um lado... E Bones está se tornando tão tentador quanto qualquer homem com um batimento cardíaco.
Clique aqui para ser direcionado a comunidade no Orkut e participar desta enquete.

As votações estarão abertas até o dia 30/5 e o resultado será divulgado no dia 31/5.

Para auxiliá-los na escolha, a editora criou também um álbum com algumas capas do livro em diferentes países, servindo como parâmetro para avaliação das capas propostas.

http://images.orkut.com/orkut/photos/OgAAAMb5-Rv9LX0xCtxALDwqeL329t6XoLjd-vbXQUt8dar33tQHHqJzEsyL8y8vtg8CYWi1vIVb6Vd_vlw_4vK9sC8Am1T1UHsSMSJyrKyz4IQ4x2jKXRl-x7AB.jpg http://images.orkut.com/orkut/photos/OgAAAFg9cCqx4dDYYJx_SVtHhv6098gvAXa1DGscTnlP6mEeP-GhU6CugjytR0T6bLR2D9uMQha5Bk83UqN4c4Ft_gMAm1T1UNcNW1APG1m8rEXxkbkJctpXicIl.jpg http://images.orkut.com/orkut/photos/OgAAAN-gvTinut7W5mupaATJkkm8tAN-VHzw8P1y0zSQX7NmFotBIx3PsLuCrmybOA2olIBlBd7fMv5WsxIEFGQzEkoAm1T1UORmV5XYVovDFio5dtrHypfRVEsN.jpg http://images.orkut.com/orkut/photos/OgAAANZTCy-BmZieHeIcq7TjiA-plqDFyvS7cXQffbH6hGv4T6tqkYNV0oaO7V0q0Ues3y1WzXhRPsZGYvneQHDY7GkAm1T1UCthJ8MWMV6ANwbovggGPztbb1KL.jpg 
http://images.orkut.com/orkut/photos/OgAAANFkIwGkAljn_3tyjUt6mK99l_IBOPmf5aLEDHcO-RR2Jy6hoJHJAFIHXpnlOg-SqEaSORMzRMrbkkJVDDJLLWwAm1T1UBYwAqcqBz5B8y5Uf3XWnRQElKrM.jpg http://images.orkut.com/orkut/photos/OgAAAJr2IN495LRQQ3Y5S3cVflNqGY2qYxz1E-ahgjGC5cIbBdND52JIdN6op6qbYo-sM06554X5nHhYIkNyZRiSFa8Am1T1UEsZXjya857iToyQ6QfFxys3vgKA.jpg http://images.orkut.com/orkut/photos/OgAAACywLVhJXwDGfysmohb37aybPdmJW252VXI8NSyW7XlEnIbBp8AiMG5p2pt56dHbIuV5sVwF9W3eaB4DLpytie4Am1T1UPBBukgMlAvKWSYqfdzZYZ7JwSMu.jpg

Particularmente, gostei muito da capa Nacional 2, e você? :)
Leia Mais

Capa de "Clockwork Prince"

Foi duvulgada a capa de Clockwork Prince segundo livro da série, The Infernal Devices, da autora Cassandra Clare.

http://1.bp.blogspot.com/-lcu4Uyk_ohk/Td0KunXEueI/AAAAAAAAAaM/4xMTikEHzHU/s1600/Clockwork-Prince-oficial.jpg
Em Clockwork Prince, com Mortmain desaparecido e o relógio em contagem regressiva do controle de Charlotte sobre o Instituto, Wil, Jem e Tessa devem cavar o passado de Mortmain para prever o que ele está pretendendo fazer, mas segredos de Mortmain são mais do que eles encontram enterrado – Tessa começa a descobrir a verdade sobre seu próprio nascimento, e os fantasmas do passado de Will voltam para assombrá-lo e quanto mais próximos ficam Tessa e Jem, mais a beira da loucura pelo ciúme e pela culpa fica Will.

Eles descobrirão a verdade a tempo de deter os planos sombrios de Mortmain?
O livro tem previsão de lançamento para 06 de Dezembro de 2011.
No Brasil, a editora Galera Record já publicou os dois primeiros livros da série Instrumentos Mortais da autora.
Leia Mais

Deborah Harkness na Bienal do Rio!

A editora Rocco divulgou através da sua newsletter que a autora de A descoberta das Bruxas, Deborah Harkness, estará entre as presenças internacionais da Bienal do Rio de Janeiro que ocorre este ano, do dia 1º ao dia 11 de setembro no Riocentro.
http://wordswithwriters.files.wordpress.com/2011/02/deborahharkness_bymarissabelltoffoli_web.jpg?w=346&h=400 http://3.bp.blogspot.com/-2rnykd9wj5k/Tbf0xYtIZgI/AAAAAAAAC84/J3EY2-L2BAI/s320/A+Descoberta+das+Bruxas.jpg
Deborah Harkness, que acaba de lançar seu primeiro livro pela Rocco, A descoberta das bruxas, é a nova autora internacional confirmada para a Bienal do Livro a ser realizada no Rio de Janeiro, entre os dias 1º e 11 de setembro.

A obra, que conta a história da pesquisadora Diana Bishop, peça-chave na mediação de um iminente conflito entre bruxas, demônios e vampiros, foi a mais disputada da Feira de Frankfurt de 2009, teve direitos de publicação vendidos para 33 países e alcançou o segundo lugar na lista de mais vendidos do The New York Times na semana de lançamento nos EUA.
Deborah Hackness se junta ao seleto grupo de autores sucesso que estarão presentes na Bienal, como Anne Rice, Michael Connelly, Alyson Noël e Rachel Caine.

Fonte
Leia Mais

Nova série no Brasil e Divulgação de capas!

A editora Rocco comprou os direitos de publicação da série Wintercraft, escrita pela autora inglesa Jenna Burtenshaw. Wintercraft é o livro de estreia da escritora Jenna Burtenshaw, que já possui dois livros publicados na Inglaterra, “Wintercraft” e “Blackwatch”. O terceiro livro da série tem previsão de lançamento para o primeiro semestre de 2012.

Ainda não temos previsão de lançamento para os livros aqui no Brasil.

http://www.sobrelivros.com.br/imagens/novidades/wintercraft.jpg
Há dez anos, os pais de Kate Winters foram levados pelos guardiões do Conselho Superior para ajudar na guerra que o país estava enfrentando. Agora que os guardiões estão de volta… e prisioneiros, incluindo Artemis o tio de Kate, que foram capturados no Sul, no aterrorizante Trem da Noite. Kate e seu amigo Edgar, são caçados por um inimigo muito mais perigoso.

Silas Dane, o homem mais temido do Conselho Superior, descobre que Kate é uma das dotadas; um grupo raro de pessoas que tem a habilidade de ver através do véu que separa os mortos dos vivos. Seu espírito foi danificado pelos experimentos do Conselho Superior e ele tem certeza que Kate pode desfazer o estrago e permitir que ele encontre a paz.

O conhecimento que Kate precisa está dentro de Wintercraft – um livro que deveria ser escondido nas profundezas do cemitério da cidade de Fume. Mas, faltam apenas alguns dias para a Noite das Almas, quando o véu entre a vida e a morte está mais fino, e o Conselho Superior já tem seus próprios e sinistros planos para Kate e o Wintercraft.

Para ajudar Artemis, Edgar e a ela mesma, Kate precisa honrar seu pacto com um assassino e ficar cara a cara com a verdadeira natureza da morte.
Fonte

Foi revelada a capa do livro “Lothaire“, décimo segundo livro a ser lançado da série “Immortals After Dark“, da escritora Kresley Cole. O livro tem previsão de lançamento para 10 de Janeiro de 2012.

http://i420.photobucket.com/albums/pp283/gabrielle_piresalves/Semttulo-3.png
Há tempos atrás, Lothaire subiu ao poder, tornando-se o vampiro mais temido e sombrio do mundo imortal. Impulsionado por seu passado, ele não vai descansar até pegar a coroa dos vampiros para si. A descoberta de sua companheira, a mulher que foi feita somente para ele, ameaça destruir seus planos.

Elizabeth Peirce é uma mera mortal, uma vulnerabilidade para um homem que está decidido a aniquilar o máximo de inimigos possível. Mas logo ele descobre o segredo de sua companheira. Um magnifico poder habita dentro de seu frágil corpo humano, um que o ajudará em sua busca. Mas, para possuir esse poder, ele terá que destruí-la.

Sucumbirá Lothaire aos tormentos de seu passado, ou escolherá ter um futuro com ela?
http://i420.photobucket.com/albums/pp283/gabrielle_piresalves/Untitled-2.jpgA escritora Lara Adrian divulgou a capa do livro “Darker After Midnight“, décimo livro da série “Midnight Breed“. A autora também informou que a série não terá somente dez livros, como ela havia divulgado anteriormente, e sim doze livros devido ao sucesso da série.

O nono livro da série, “Deeper Than Midnight“, tem previsão de lançamento para 28 de Junho de 2011, enquanto o décimo livro está previsto para 24 de Janeiro de 2012.

No Brasil, a Editora Universo dos Livros já publicou os dois primeiros livros da série.

Leia Mais

Guia Politicamente Incorreto da Historia do Brasil

http://4.bp.blogspot.com/_e4rkqpLQJzQ/TSzUSCORuiI/AAAAAAAABcw/T_LHHy_RiFY/s1600/guia03.jpg
  • Editora: LeYa
  • Autor: Leandro Narloch
  • Páginas: 320
  • Avaliação: 
Existe um esquema tão repetido para contar a história do Brasil, que basta misturar chavões, mudar datas ou nomes, e pronto. Você já pode passar em qualquer prova de história na escola. Nesse livro, o jornalista Leandro Narloch prefere adotar uma postura diferente – que vai além dos mocinhos e bandidos tão conhecidos. Ele mesmo, logo no prefácio, avisa ao leitor: “Este livro não quer ser um falso estudo acadêmico, como o daqueles estudiosos, e sim uma provocação. Uma pequena coletânea de pesquisas históricas sérias, irritantes e desagradáveis, escolhidas com o objetivo de enfurecer um bom número de cidadãos.” É verdade: esse guia enfurecerá muitas pessoas. Porém, é também verdade que a história, assim, fica muito mais interessante e saborosa para quem a lê.

Os mitos históricos acabam exercendo mais influência que os fatos em si, e resgatar a verdade – ou pelo menos lançar questionamentos sobre algumas “verdades” – passa a ser fundamental para uma compreensão mais acurada dos eventos importantes, que acabam manipulados pela ditadura do “politicamente correto”.

Este interessante livro - onde me hipnotizou completamente desde a belissima capa até a última página - se propõe a desmistificar famosas figuras de nossa história. Não dá para não falar de um livro que desde seu lançamento causou uma certa polêmica por apresentar fatos que por muitas vezes desmentem a História dita "oficial" do Brasil.
Zumbi era escravocrata

Zumbi vinha de uma linhagem de reis africanos e reinava no seu quilombo de acordo com a tradição africana, escravizando quem estava disponível. Se um escravo fugido vinha pedir refúgio, ele era recebido como cidadão da comunidade. Mas quando Zumbi saía com seus soldados para saquear povoados da região, os negros capturados viravam escravos.

Na verdade o autor, o jornalista Leandro Narloch, não escreveu nada muito diferente do que qualquer aluno que cursou nos últimos anos - ou está cursando - uma boa cadeira de História não tenha ouvido ou até mesmo discutido em sala de aula com os colegas e professores.

A intenção de Narloch foi reunir diversas pesquisas revisionistas e apresenta-las em um texto de fácil leitura e que realmente te prende pelas páginas. Estes trabalhos revisionistas começaram a pipocar nos meios acadêmicos em meados da década de 1990, e nada mais são do que pesquisas mais aprofundadas sobre os mais variados temas, desde o relacionamento dos nativos com os europeus lá no século XVI até as discussões sobre o que era samba e o que era jazz ou marcha no início do século XX. E, é óbvio, dentro desta discussão tentar descobrir quem realmente inventou o samba.

E todos os contras da História "oficial" apresentados no livro vem acompanhados de alguma pesquisa feita por algum historiador. Não há invenção por parte do Narloch, ele apenas organizou e expos os fatos.

Mas por que as polêmicas? O livro acaba jogando luzes sobre fatos um tanto quanto obscuros ou que receberam tratamento acadêmico tão padronizado nas escolas Brasil afora que até hoje em dia são tratados como verdades inquestionáveis.

Óbvio que ao ler que muitos dos nativos brasileiros preferiam viver o mais próximo possível dos portugueses ao invés de se esconderem na mata, ou que Machado de Assis era um crítico ferrenho e um censor excessivamente chato ou que José de Alencar teria escrito uma carta ao Imperador sendo contrário ao fim da escravidão ou então que Santos Dumont realmente não inventou o avião choca quem está acostumado a ouvir a História "oficial", mas você não deve ficar preocupado ao ler o livro. Por que?

A História não tem apenas UMA face, UMA verdade, UMA versão dos fatos.
Alguns de nossos grandes escritores tiveram atitudes altamente reprováveis

O jovem Machado de Assis, antes de fazer sucesso como romancista, era crítico de literatura e teatro nos jornais. O governo de D. Pedro II o contratou para chefiar a censura às peças de teatro. Sua missão era não deixar passar conteúdos considerados obscenos ou imorais, ou críticas à Família Imperial. Mas Machado quis ir mais além e queria censurar textos que ele não considerasse de boa qualidade — queria ser um árbitro da qualidade teatral. Felizmente para os autores da época, o governo não concordou.
Por isso, postarei a resenha publicada no site da UOL pela historiadora Dida Bessana.
Em resumo próprio, digo que o livro é muito bom e recomento. Vale a leitura a título de curiosidade e cabe a cada futuro leitor, julgar os fatos expostos e até mesmo procurar ler as pesquisas indicadas pelo autor. Conhecer o maior número possível de versões e fontes sobre um mesmo fato é sem dúvida a melhor forma de chegar bem perto da verdade... se é que a "verdade" realmente existe...

Guia Politicamente Incorreto da Historia do Brasil
Desafiando as Interpretações Convencionais
Por: Dida Bessana, historiadora.

Depois de Eduardo Bueno, com "Brasil, terra a vista", "A coroa, a cruz e a espada", "Náufragos, traficantes e degredados", e de Laurentino Gomes, com "1808", mais um livro sobre a História do Brasil chegou às listas dos mais vendidos, fato que não é comum em nosso mercado editorial.

O "Guia politicamente incorreto da História do Brasil", do jornalista Leandro Narloch, ex-repórter da revista Veja e ex-editor das revistas Aventuras na História e Superinteressante, não se dedica a um único assunto nem a um período específico. Seu objetivo, como explica na Introdução, é apresentar ao público "Uma pequena coletânea de pesquisas históricas sérias, irritantes e desagradáveis, escolhidas com o objetivo de enfurecer um bom número de cidadãos"; e o faz apontando para outra perspectiva historiográfica - a que postula que não se pode pesquisar e, sobretudo, escrever a história tendo por base opiniões a priori sobre o objeto investigado, pois essa conduta apenas torce/distorce os dados para fazê-los se encaixarem em uma concepção de mundo predeterminada, com vistas tão só a corroborar a linha teórico-metodológica ao qual o pesquisador está filiado.

Narloch rejeita o maniqueísmo vítimas/algozes ou vilões/herois e seleciona como fontes trabalhos feitos nos últimos 15-20 anos, os quais fornecem novas informações sobre temas essenciais na formação e consolidação da identidade nacional. Tais trabalhos tiveram o cuidado, ou a ousadia, de considerar o sujeito histórico em seu tempo, com seus limites e contradições, respeitaram os fatos e permitiram que estes levassem às conclusões.

Para ficarmos em apenas um exemplo, o jornalista, mencionando, entre outras, as investigações do historiador Eduardo França Paiva, apoiado em vasta documentação, mostra como um número significativo de cativos ganhou a liberdade e passou a ter escravos. Bárbara Gomes de Abreu e Lima tinha sete, e diversas outras negras forras seguiram seu modelo, fazendo fortuna. Já por volta de 1830, quem se viu livre da escravidão foi José Francisco dos Santos, conhecido como Zé Alfaiate, que voltou à África e se transformou em traficante de escravos. Tempos depois casou-se com uma das filhas de Francisco Félix, o maior vendedor de gente da África atlântica. As 112 cartas escritas pelo ex-escravo entre 1844 e 1871, que tratam de seus negócios com Salvador, Rio de Janeiro, Havana, Bristol e Marselha, foram obtidas pelo etnólogo Pierre Verger diretamente de um neto do próprio Zé Alfaiate.

Longe, portanto, das concepções cristalizadas, a contracorrente é a tônica de todos os capítulos, que abordam das relações dos índios com os portugueses no Brasil Colônia ao papel dos comunistas na política nacional a partir de 1930, passando ainda pela Guerra do Paraguai, a obra do mestre barroco Aleijadinho, a questão do Acre e os primórdios do samba, entre outros assuntos.
Leia Mais

Sereia - Tricia Rayburn

http://1.bp.blogspot.com/-WPfJyMGfQT4/TcFYf0L593I/AAAAAAAADEE/Wb4ZxsgpjjY/s1600/8576861089_8K.jpg
  • Autora: Tricia Rayburn
  • Editora: Verus Editora (Grupo Editorial Record)
  • Páginas: 306
  • Avaliação:
Vanessa Sands, de 17 anos, tem medo de tudo – do escuro, de altura, do mar –, mas sua destemida irmã mais velha, Justine, está sempre por perto para guiá-la a cada desafio. Até que Justine vai mergulhar num precipício uma noite, perto da casa de veraneio da família em Winter Harbor, e seu corpo sem vida aparece na praia no dia seguinte.

Os pais de Vanessa tentam superar a tragédia retornando à vida cotidiana em Boston, mas ela sente que a morte da irmã não foi acidental. Depois de descobrir que Justine estava escondendo diversos segredos, Vanessa volta para Winter Harbor, esperando que Caleb, o namorado de sua irmã, possa esclarecer algumas coisas, mas o garoto está desaparecido.

Logo, não é apenas Vanessa que está com medo. Winter Harbor inteira fica em alvoroço quando outro corpo aparece na praia, e o pânico se instala à medida que a pequena cidade se torna palco de uma série de acidentes fatais relacionados com a água, em que as vítimas são encontradas sorrindo horrivelmente de orelha a orelha.

Vanessa e Simon, irmão mais velho de Caleb, unem forças para investigar os estranhos acontecimentos e, no caminho, a amizade de infância se transforma em algo mais. Conforme eles vão encontrando ligações entre a morte de Justine e a súbita erupção de afogamentos assustadores na cidade, Vanessa descobre um segredo que ameaça seu romance com Simon – e que vai mudar sua vida para sempre.
Quando eu era criança e assistia aos filmes da Disney, “A Pequena Sereia” sempre foi o meu desenho favorito. Quando soube a respeito do lançamento de “Sereia” aqui no Brasil pela Editora Verus fiquei animadíssima com essa novidade literária, onde fugia dos padrões da moda de lobos-vampiros-anjos. Pesquisei mais sobre o livro e minha curiosidade apenas aumentou com o decorrer do tempo em que resenhas iam aparecendo e elogios eram feitos à obra, mostrando o quanto a autora conseguiu encantar com uma narrativa clara e cheias de mistérios.

Em parceria com o Grupo Record – onde agradeço imensamente pela incrível oportunidade! – pude conhecer o livro que dá início a trilogia que promete muitas revelações que não foram feitas no primeiro volume. Essa quantidade de questões levantadas e deixadas em aberto chega a incomodar em certa altura na leitura, pois são muitas perguntas sem respostas, e fiquei tentando pensar em como a autora faria todos os desfechos se encaixarem perfeitamente, como um quebra-cabeça.

Claro que ainda há outros pontos bastante incoerentes na história, mas nada que nos faça querer parar a leitura... A cada página, sentia-me mais fascinada. As vozes que atormentavam Vanessa pareciam me chamar, convidando-me para continuar lendo, lendo e lendo...

Vanessa é uma adolescente de 17 anos e a nossa grande protagonista. Medrosa e tímida, Vanessa inveja a vivacidade de Justine, sua irmã mais velha. As duas não poderiam ser mais diferentes: Enquanto Vanessa vive com medo de pisar a qualquer momento em alguma zona de risco que a leve para a escuridão, Justine é uma amante de adrenalina. Mas são suas diferenças que as completam, tornando o elo da irmandade destrutível apenas pela morte... E ele é rompido, de modo trágico e assustador. O corpo de Justine é encontrado no mar e julga-se como sendo um caso de suicídio.

Vanessa é a única a desconfiar do modo que a irmã morreu, por isso, assume a responsabilidade de investigar melhor o que realmente aconteceu, e por isso, retorna para Winter Harbor. Caleb, namorado de Justine, e a última pessoa a vê-la no dia de sua morte, está desaparecido, e para a surpresa de Vanessa, Simon, irmão de Caleb, ajunta-se a ela nessa busca por resposta.
Minha boca ainda não havia tocado a dele quando ele me pegou pela cintura e me puxou para si. Ele me beijou como se seu coração fosse parar se ele não fizesse isso...
Como o título do livro já deixa bem explicito, sereias são os seres mitológicos que abordam o tema central do livro. O instigante é a grande expectativa que a autora consegue inserir no leitor a respeito dessas criaturas marinhas, fazendo-nos pensar onde essas belas mulheres e donas de vozes hipnotizante se encaixam. Num enredo sombrio, novos acidentes macabros na praia que aparentemente não fazem sentindo algum, Vanessa e Simon tornam-se ainda mais íntimos, e aos poucos um casal vai se formando, um amor tão lindo quanto o canto de uma sereia.
Tinha tudo a ver com ele e comigo. E a maneira como ele me ajudou a encarar a escuridão não como algo a temer,mas como algo que fazia com que a luz fosse muito mais brilhante.

Mas ele falou antes que eu pudesse encontrar as palavras certas.

- Eu amo você,Vanessa. Estarei esperando por você.
Um ponto para ser ressaltado, e talvez seja um dos pontos que mais me agradou em toda a história, foi o modo como a autora soube conduzir o amadurecimento de Vanessa, a forma que à personagem foi conseguindo superar seus medos e aprendo mais sobre si e a mudar seu modo de enfrentar as dificuldades da vida.

Mal posso esperar para ler o segundo volume que já está com lançamento previsto para julho nos E.U.A, e se você ainda não seu Sereia, não perca tempo e arrisque-se a conhecer o mundo sobrenatural do fundo do mar.
Livro Um
(capas americanas)
http://img1.fantasticfiction.co.uk/images/n67/n339292.jpg  http://ecx.images-amazon.com/images/I/51R-R6qXQeL.jpg

http://img1.fantasticfiction.co.uk/images/n74/n371986.jpg
  • Livro Dois
Após perder sua irma e descorbir quem – ou o quê – ela realmente é, Vanessa retorna para casa para seu último ano em Hawthorne Prep. Além de todas as pressões que a acompanham no importante período de transição, Vanessa precisará lidar com novos desafio: Como andar pelos corredores sem Justine pela primeira vez, responder a perguntas sobre seu verão e debates. Ela fará o melhor para conseguir superar essa fase, e descobrir o que tudo isso significará para seu futuro. E como se ainda não bastasse, o gelo em Winter Harbor está derretendo, e debaixo de sua superficie, o que foi congelado está voltando à vida.

Para proteger aqueles que ama de uma tragédia, Vanessa terá que admitir a verdade e procurar pela ajuda de uma pessoa que possa conhecê-la melhor do que ninguém...
Leia Mais

Divulgada capa e trecho de "Silence"!

http://4.bp.blogspot.com/_C_iw6I0547g/Tb7cz0qWH5I/AAAAAAAADt4/0kXKnJPnfqY/silence.jpg
Foi divulgada no início deste mês de maio pela MTV a capa de “Silence”, terceiro e último volume da série “Hush Hush“. Fotografada por James Porto, a capa retrata Nora nos braços de Patch. Sim, os dois estão finalmente juntos na imagem do livro que encerra a série Hush Hush. "O conflito e os ruídos entre Patch e Nora se foram neste livro, e eles estão trabalhando juntos para combater esse vilão que está determinado a destruir os dois", explicou a autora, Becca Fitzpatrick.

A autora acrescentou ainda que, diferentemente do que aconteceu nos livros “Hush, Hush” e “Crescendo“, quando o fotógrafo teve a chance de ler os livros antes das sessões de fotos, ele não pode ler “Silence” antes do photoshoot porque ela estava bastante atrasada na escrita. Segundo Becca, ela apenas deu algumas ideias, disse que muito da história se passava na costa de Maine, nos Estados Unidos, e talvez por isso ele tenha decidido fazer essa cena no oceano.

O lançamento nos EUA está previsto para 4 de outubro deste ano, mas ainda não há previsão oficial de lançamento do livro no Brasil pela editora Intrínseca. Até lá, podemos conferir um trecho do livro com tradução do blog Serial Reader:
Ele diminuiu a distância entre nós, e quando eu pensei que ele iria me atrair para ele, ele parou, mantendo-se em xeque. Eu exalei, tentando não chorar. Ele inclinou-se sobre o cotovelo no batente da porta, logo acima da minha orelha. Ele cheirava tão devastadoramente familiar, sabão e especiarias, o cheiro inebriante trazendo de volta uma onda de lembranças tão agradáveis??, que só fez o atual momento muito mais difícil de suportar. Fui tomada pelo desejo de tocá-lo. Para traçar as minhas mãos sobre sua pele, sentir seus braços apertar com força ao meu redor. Eu queria que ele acariciasse meu pescoço, que seu sussurro agradasse meu ouvido enquanto dissesse palavras privadas que pertenciam somente a mim. Eu queria ele perto, tão perto, sem pensar em deixá-lo partir.

“Isso não terminou”, eu disse. “Depois de tudo que passamos, você não tem o direito de me ignorar. Eu não vou deixar você escapar tão facilmente.” Eu não tinha certeza se era uma ameaça, a minha última facada na provocação, ou se eram palavras irracionais faladas direto do meu coração estilhaçado.

“Quero protegê-la”, Patch disse calmamente.

Ele estava tão perto. Todo poder de sua força, seu calor e do seu silêncio. Eu não podia fugir dele, agora ou nunca. Ele sempre estaria lá, consumindo todo meu pensamento, meu coração preso em suas mãos; fui atraída para ele por forças que não conseguia controlar, muito menos fugir.

“Mas você não protegeu.”
Fonte
Leia Mais

Audição para o papel de Jace Wayland!

http://i1239.photobucket.com/albums/ff506/foforks/Jamie%20Campbell/tumblr_lk0c9dZ07W1qcgaejo1_500.jpg http://papelpop.com/hot/wp-content/uploads/2010/04/oi2.jpg http://30.media.tumblr.com/tumblr_ljyhpl8q2U1qe81syo1_500.jpg

Agora que o elenco de The Hunger Games está quase terminada, é hora de concentrar-se na próxima adaptação do gênero de fantasia juvenil: Os Instrumentos Mortais. Lily Collins vai estrelar o filme dirigido por Scott Stewart como protagonista, e agora, três jovens atores estão na corrida para o papel de Jace Wayland.  
Jamie Campbell Bower, Ed Speleers e Leebo Freeman fizeram testes de tela no lote Sony Collins na semana passada em Londres. Bower é quase um veterano nos livros trazidos para a grande tela, tendo aparecido em “Crepúsculo” (como Cayo) e Harry Potter (como Gellert Grindelwald). Speleers é mais conhecido por seu filme Eragon em 2006, e Freeman é um novato no ramo.

O filme é baseado na série de Cassandra Clare uma obra que tráz uma menina cuja mãe é atacada por uma criatura misteriosa e levada de sua casa em Nova York. Quando Clary Fray tenta resgatar sua mãe, se vê diante de verdades ocultas e descobre muito a respeito de si mesma.

Sinopse de Cidade dos Ossos:
Um mundo oculto está prestes a ser revelado...

Quando Clary decide ir a Nova York se divertir numa discoteca, nunca poderia imaginar que testemunharia um assassinato - muito menos um assassinato cometido por três adolescentes cobertos por tatuagens enigmáticas e brandindo armas bizarras. Clary sabe que deve chamar a polícia, mas é difícil explicar um assassinato quando o corpo desaparece e os assassinos são invisíveis para todos, menos para ela. Tão surpresa quanto assustada, Clary aceita ouvir o que os jovens têm a dizer...

Uma tribo de guerreiros secreta dedicada a libertar a terra de demônios, os Caçadores das Sombras têm uma missão em nosso mundo, e Clary pode já estar mais envolvida na história do que gostaria.

Fonte
Leia Mais

Lançamentos e Novidades!

A série da autora Laurell K. Hamilton, Caçadora de Vampiros será lançada pela editora Rocco Uma série de grande sucesso de vendas, que terá seu vigésimo livro lançado em junho nos EUA, conta a história da ressucitadora de mortos e caçadora de vampiros, Anita Blake, que dessa vez é levada ao Circo dos Condenados, onde conhecrá Richard, o lobisomem de seus sonhos.

http://2.bp.blogspot.com/-cayRWV--13Y/TdG0y9eEN4I/AAAAAAAAAZk/30UufRoXfuc/s1600/Circo+dos+Condenados.jpg
Os fãs da caçadora de vampiros e ressuscitadora de mortos Anita Blake podem comemorar: a baixinha destemida está de volta em Circo dos condenados, de Laurell K. Hamilton. No terceiro livro da série, além de continuar se esquivando das investidas de Jean-Claude, o mestre vampiro da cidade de St. Louis, ela terá que lidar com Alejandro, um vampiro poderoso que deseja transformá-la em sua serva humana. Paralelamente, a protagonista conhece Richard Zeeman, um charmoso professor do ensino médio que tem uma ligação com o sobrenatural e a deixa intrigada.

Quando a polícia começa a encontrar corpos de pessoas assassinadas por um grupo de vampiros, Anita Blake é chamada para ajudar o detetive Dolph Storr nas investigações. O problema é que, para a funcionária da Animators, Inc., outubro é o mês de levantar zumbis, e ela precisa escolher entre seu trabalho na empresa de Bert Vaughn e a colaboração com a Equipe Regional de Investigação do Sobrenatural. Irritado por não contar com a dedicação exclusiva de Anita em um período com tantos clientes, Bert decide contratar mais um reanimador: Lawrence Kirkland, um jovem de 20 anos.

Com sua inexperiência, Lawrence deixa Anita preocupada. Mas o rapaz está longe de ser o único problema da ressuscitadora de mortos. Integrantes de um grupo chamado Humanos Primeiro, que abomina os vampiros, farão o que puderem para pressioná-la a contar onde fica o esconderijo diurno de Jean-Claude. O Mestre da Cidade, por sua vez, também quer falar com Anita e pede que ela vá encontrá-lo no Circo dos Condenados, espécie de parque de diversões com um toque de terror. Mesmo pensando que pode estar caminhando para uma armadilha, a baixinha não recusa o convite.

No Circo, a morte ronda Anita. Depois de ser forçada a enfrentar a vampira Yasmeen e a serva humana dela, Marguerite, a reanimadora de mortos acaba envolvida em uma batalha que junta vampiros, lobisomens e licantropos contra uma cobra gigante. No meio da confusão, aparece Richard Zeeman, que não perde a oportunidade de flertar com ela e chamá-la para um encontro. Enquanto isso, Jean-Claude tenta convencê-la a aceitar o fato de que é sua serva humana e permitir que ele lhe faça a última marca, que tornaria a ligação entre os dois ainda mais profunda.

Dividida entre a atração e a repulsa que sente por Jean-Claude, Anita precisará decidir se entregará ou não o Mestre da Cidade para os que desejam matá-lo. E ele não é o único vampiro atrás dela: Alejandro, muito mais velho do que Jean-Claude, também quer ter poder sobre Anita. Em uma trama que mistura ação, violência, sangue e uma boa dose de sensualidade, Laurell K. Hamilton convida os leitores a desvendar o mistério em torno da ressuscitadora de mortos, cujo sangue parece ter um ingrediente irresistível.

http://www.rocco.com.br/capas/A-LEITORA-DO-ALCORAO.JPG
  • Autor: G. Willow Wilson
  • Páginas: 320
  • Comprar
Como uma jovem americana se converteu ao Islã e encontrou o amor...

Diante de toda a influência da grande mídia, não é difícil imaginar a dificuldade de aceitação familiar, e entre amigos, por que passa um ocidental ao escolher trilhar o caminho de Alá. No caso da protagonista da trama A leitora do Alcorão, G. Willow Wilson, pode-se dizer que foi uma tarefa ainda mais árdua e admirável conduzir o processo de conversão ao Islã. Além de se considerar ateia de berço, Willow levava antes uma vida confortável e com todas as regalias que poderia usufruir sendo uma jovem branca, norte-americana e de classe média.

Da primeira tatuagem escrita em alfabeto árabe, passando pela oficial declaração de fé que todo muçulmano deve recitar ao levantar e antes de dormir – a chahada – até o primeiro experimento do jejum durante o mês sagrado do Ramadã, no calendário islâmico, a jovem sabia que levaria tempo para aprender a viver sem os suportes sociais da cultura a que estava habituada.

A experiência de Willow traz a narrativa de uma inusitada descoberta e concepção da fé, de como a vida religiosa foi absorvida no seu cotidiano e se misturou a um sentimento amoroso – pelo muçulmano Omar, seu guia –, despertado em um território até então hostil e incógnito: o Egito. Despida de preconceitos, e disposta a mergulhar nesse universo que parecia não deixá-la mais escapar, a jovem tem de, cada vez mais, abrir mão dos seus direitos como cidadã norte-americana para viver dentro das convenções do Egito.

Estereótipos são desfeitos a partir do momento em que surgem exceções; e reafirmam-se logo depois: apesar de Willow compreender Omar e sua família como exceções e manter um bom relacionamento, ela sentia um desconforto toda vez que presenciava situações constrangedoras e conflitantes entre seus novos amigos e familiares muçulmanos e seus amigos ocidentais. Era comum ver seus conterrâneos se comportarem de forma preconceituosa naquele país, mas isso não tornava fácil assumir uma posição. Em cada caso, sendo metade norte-americana e metade muçulmana, também metade de sua própria essência era colocada em jogo e seu maior medo e desafio era ser forçada a optar por uma vida e abandonar completamente a outra.

Conhecido como a 2ª maior religião do mundo – e em permanente crescimento –, o islã alcança cerca de 1,3 bilhão de adeptos em três continentes, sendo a maioria proveniente de povos não-árabes. Entre diversos livros e artigos já publicados ao longo dos anos, sobre a conturbada relação entre o mundo muçulmano e o Ocidente – principalmente após os atentados às Torres Gêmeas no fatídico 11 de setembro de 2011, em Nova York –, o termo “choque de civilizações” se solidificou e sustenta a imagem de que os muçulmanos constituem uma ameaça latente ao mundo ocidental: “No Oriente Médio, há sempre algo prestes a acontecer.”

Passando dos Estados Unidos ao Egito e Irã, e retornando ao país de origem, este livro permite uma curiosa viagem à cultura islâmica, a partir dos olhos de quem conheceu e abraçou sua filosofia de vida e seus costumes de perto. No seio da família egípcia, é possível ver a beleza do país, e nele surge a esperança de superação e conciliação das barreiras culturais.
Foi anunciado no blog oficial da editora Agir que o primeiro volume da série Dark Swan será lançado em breve no Brasil. O livro se chamará “Filha da Tempestade” e é escrito por Richelle Mead, também autora da série Academia de Vampiros. Não foi anunciado quando o livro será lançado, mas ao que tudo indica será ainda esse mês, junto com o anuncio da capa brasileira.

A série gira em torno de Eugenie Markham, uma jovem com poderes mágicos que ganha a vida banindo espíritos que querem dominar o nosso mundo.

http://thedarkersidereviews.files.wordpress.com/2011/03/dark_swan.png
Eugenie Markham é uma poderosa shaman que ganha à vida banindo espíritos e fadas que cruzam o mundo mortal. Mercenária, sim, mas uma garota precisa se alimentar. O seu caso mais recente, no entanto, foi o bastante para arruinar seu apetite.

Contratada para encontrar uma adolescente que foi levada para o Outro Mundo, Eugenie dá de cara com uma profecia assustadora – uma que revela segredos sobre o passado dela e alega que o primeiro filho de Eugenie irá ameaçará o mundo que ela conhece.

Agora Eugenie é alvo de cada demônio ambicioso, e os que não querem engravida-la, querem ela morta. Eugenie lida com uma Glock tão suavemente quando com uma varinha, mas ela precisa de uns aliados para um serviço assim. Ela encontra em Dorian, um rei fada sedutor com gosto para escravidão, e Kiyo, um lindo transmorfo, que redefine a atração animal.

Mas com os inimigos crescendo e o tempo se esgotando, Eugenie percebe que o maior perigo ainda está por vir, e está no poder negro que está se agitando a vida dentro dela...
Nos EUA a série já possui três livros lançados e o quarto, Shadows Heir, tem previsão de lançamento apenas para janeiro de 2012.

Fonte
Leia Mais

Perdida - Carina Rissi

http://www.livrariabarauna.com.br/media/catalog/product/cache/1/image/9df78eab33525d08d6e5fb8d27136e95/l/i/livro-perdida-umamorqueultrapassou.jpg
Um amor que ultrapassa as barreiras do tempo.

Sofia vive em uma metrópole e está habituada com a modernidade e as facilidades que isso lhe proporciona. Ela é independente e tem pavor à menção da palavra casamento. Os únicos romances em sua vida são os que os livros lhe proporcionam.

Mas tudo isso muda depois que ela se vê em uma complicada condição. Após comprar um novo celular, algo misterioso acontece e Sofia descobre que está perdida no século XIX, sem ter ideia de como ou se voltará. Ela é acolhida pela família Clarke, enquanto tenta desesperadamente encontrar um meio de voltar para casa. Com a ajuda do prestativo Ian, Sofia embarca numa procura às cegas e acaba encontrando algumas pistas que talvez possam levá-la de volta para casa.

"Não me importei com mais nada. Não me importei com o amanhã.
Com o que iria acontecer depois. Nada mais importava apenas o agora.
Apenas Ian."

Numa louca e divertida aventura, Sofia acaba encontrando mais que diferenças culturais, acaba encontrando a si mesma e um grande amor. Uma narrativa bem humorada sobre uma história tão devassada como a viagem no tempo vista do ponto de vista feminino, que sempre é um pouco diferente, ligeiramente mais confuso e muito conturbado. Perdida é uma história apaixonante e com um ritmo eletrizante, que fará o leitor devorar até a última página!
O que torna um escritor em um bom escritor para você? Prêmios, título, fama, dinheiro? Ou simplesmente o prazer de escrever uma história que fará o leitor compartilhar as mesmas emoções que as dele enquanto empenhava-se em tornar os seus sonhos em reais páginas de papel?

Nunca levei em consideração um best seller por sua fama, mas pela qualidade emocional e a afinidade literária a qual compartilho com a narrativa e os personagens ao longo da leitura. Nunca fui fã de Twilight; Não gosto dos livros e considero enfadonha a escrita da autora. Mas é um enorme sucesso mundial, certo? Se um best seller fosse titulado pela qualidade e não por seu número de vendas, teríamos uma coluna de títulos completamente diferente dos que hoje preenchem o New York Times.

A onde estou querendo chegar com tudo isso? Muito bem. Carina Rissi é uma escritora nacional, informo com muitíssimo orgulho, e em seu primeiro livro lançado pela editora Baraúna, os leitores do Brasil são presenteados por mais um talento que ainda promete muitos outros livros de romance lindos e emocionantes.

Com muito humor, imaginação e uma narrativa deliciosamente inebriante, tanto a qualidade quanto as diversas emoções que me afugentaram ao longo da leitura, Perdida preenche todos os meus requisitos para ser considerado um best seller nacional.
Ian era diferente dos caras que eu conhecia, sempre tão educado e atencioso. Mas assim eram todos os homens daquele século. Alguma coisa naqueles olhos escuros me fizeram confiar nele, aceitar sua ajuda, querer falar com ele e... querer tocá-lo de forma nada educada! Um tremendo erro! Um erro que depois me machucaria muito. Precisaria ser cuidadosa e evitar ficar sozinha com Ian. E precisaria, acima de tudo, manter minhas mãos bem longe dele!
Sofia é a nossa grande personagem! Com apenas 24 anos, ela é uma mulher moderna, que vive no ano de 2010 e não tem a mínima idéia como poderia ter existido pessoas na história do mundo que viveram sem as mil e uma utilidades da tecnologia de um computador ou um celular. Sofia não é o parâmetro perfeito da felicidade, ainda mais quando se mostra cética a qualquer sentimento romântico. Tendo um emprego com um chefe detestável e um apartamento decorado pela desordem, sua única válvula de escape é quando está ao lado de sua animada amiga, Nina. Mas as coisas tomam um rumo diferente quando Nina decide casar-se com um cara que Sofia não aprova, e na noite de comemoração do casal, seu celular cai no vaso sanitário e toda sua agenda eletrônica, música e contatos, vão por água abaixo. Podemos dizer que: Literalmente.

Sem ter condições de enfrentar um único dia sem um celular, Sofia vai a uma loja para comprar um novo aparelho e nesse momento, ela tem sua vida completamente transformada... Para os regimes de outra década. Confusa e desorientada pela estranha situação que se encontra, Sofia acaba aceitando a ajuda de um estranho, dono de lindos olhos sedutores. E a cada momento que as coisas vão ficando mais claras, inexplicavelmente também vão ficando mais assustadoramente confusas. Pelo menos, até Sofia perceber que de algum modo foi transportada para o ano de 1830.

Tudo o que ela queria era um mero celular, e no final, viu-se numa cidade onde as pessoas andavam fantasiadas à moda antiga e com vestidos enfeitados por babados extremamente bregas. Pelo menos Sofia ainda podia consolar-se por ter encontrado um cavalheiro que a fazia sentir coisas que jamais pensou que poderiam ser despertadas em seu coração. Ian era um perigo constante em sua vida, um homem de modos e requintes inebriantes onde a fazia sentir-se especial num mundo completamente diferente da sua realidade. E Sofia sabia que precisava voltar, certo? Ela precisava retornar para o século XXI e abandonar aquele sonho de fadas antes que fosse tarde demais.
Minha visão ficou turva pelas lágrimas e não pude ver quando sua boca me capturou num beijo desesperado. Respondi com a mesma paixão, como se minha vida dependesse daquele beijo. Ian me apertava tanto que pensei que pudesse quebrar alguma coisa dentro de mim. Era como se tentasse me segurar ali apenas com a força de seus braços. E eu queria, desesperadamente, que ele fosse capaz disso, que não me deixasse voltar, por que eu já estava em casa.
Carina Rissi criou um livro magnífico, usando destreza e sabedoria literária. Para as românticas de plantão, fica a dica de uma história que possui todos os ingredientes certos.
Leia Mais
 
Design e codificação desenvolvidos por Layouts Keanuloka - Proibido copiar ou usar como base - Bellos Romances powered by Blogger