Coração Eterno - Linda Howard

http://4.bp.blogspot.com/_9ktuFkINN78/TJqroYYiHMI/AAAAAAAAClY/ed6qUBztYFo/s1600/CORA%C3%87%C3%83O+ETERNO.bmp
Em uma fração de segundo, as pessoas que ele mais amava não existiam mais...

Um trágico acidente tomou de Rome Mathews seus bens mais preciosos: Diane, sua esposa, e os dois filhos. E deixou Sarah Harper sem sua melhor amiga.

Nos dois anos que se seguiram à tragédia, Sarah desejava se aproximar de Rome, mas ela sabia que deveria guardar para si seu maior segredo: sempre fora apaixonada pelo marido de Diane. Agora, contudo Rome precisa dela. E, ainda que seu coração pertença eternamente a outra mulher, Sarah aceita ser sua esposa, sabendo que tudo tem um preço, inclusive o amor. Mas um acontecimento inesperado reacende sua esperança de que um casamento por conveniência possa se transformar em uma verdadeira união.

Continuará Rome lutando contra seus próprios anseios por uma mulher que ousa acreditar que na vida há sempre uma segunda chance... ou finalmente cederá ao poder do amor?



http://i206.photobucket.com/albums/bb5/nanip-capas/f5071e59.gif?t=1290189895Okay. Não me apedrejem, mas serei sincera ao dizer que talvez, eu seja uma das poucas leitoras que detestou esse livro.

Linda Howard sempre foi uma de minhas autoras favoritas, e mesmo numa estória que odiei, Linda mostrou sua maestria com as palavras e seu dom de fazer uma estória fluir com clareza e descritivas emoções que envolvem o leitor num quente e aconchegante abraço literário. Mas, mesmo com tudo isso, Linda não me convenceu com esse romance.

Rome é um homem atormentado pela grande perda que sofreu em sua vida, e Sarah também se mostra abalada por ter perdido sua melhor amiga. Desde o começo, a atração que os dois sentem um pelo outro é clara, mas jamais permitiram uma aproximação que abalasse a estabilidade que se encontravam... E também por respeito à Diana.

Estou acostumada com as heroínas fortes, determinadas e que nunca perdem sua meiguice que Linda tão bem constrói, mas Sarah me pareceu tão submissa que chegou a me revoltar.

Compreendo toda a carga emocional em jogo ao longo da trama, mas Rome se revelou o típico macho dominador e de modos rudes. O amor que Sarah sente por ele é puro e intenso, mas acredito que a autora também deveria ter levado em consideração o amor próprio da personagem.

Admito que o final é realmente lindo, mas as conseqüências que levaram a esse desfecho foi muito desagradável.

0 comentários:

Postar um comentário

 
Design e codificação desenvolvidos por Layouts Keanuloka - Proibido copiar ou usar como base - Bellos Romances powered by Blogger